terça-feira, 2 de maio de 2017

Aceita uma xícara de chá?

Ei, talvez você não queira entrar e tomar uma xícara de chá comigo? Estranho como de uns tempo para cá essa frase faz tanto sentido, não é só uma xícara de chá que eu quero que você tome, mas sim que entre para tomar comigo, entrar talvez seja a coisa que eu mais quero que você faça, minha porta está aberta, tudo está aberto, janelas e entradas, só entre, porque inconscientemente você já me invadiu, e nem pediu licença, foi logo entrando e escalando, mas vai de você querer ficar. Ficar? Essa palavras soa tão estranho, não acha? Você consegue me ganhar um simples sorriso, com uma mão em meu rosto, e olha que nem mencionei o beijo, você me ganha de todas as formas. Então entra? Não se preocupe com o que vai acontecer se entrar, pelo menos entrou e viu o quanto é bom ficar, mas é difícil? tenta, você nunca vai saber se não entrar, lute, pode não dar certo, mais pelo menos você teve a coragem de entrar alguma vez, medo? Sempre vai existir! Empecilhos? Muitos e muitos! Mas qual é a dificuldade de entrar? Já parou para imaginar o quanto poderia mudar sua vida? O quanto ela ficaria mais gostosa? Eu deixo você até escolher a cor da porta. A vida é uma só, para que se privar, para que não ir em frente? Então venha tomar uma xícara de chá? A porta está aberta, nem precisa bater, é só entrar!

Texto escrito por: Djuliane Rossetto


Amem muito, sorriam muito e divirtam-se muito!