domingo, 29 de janeiro de 2017

Rapazes, onde têm o livro de instruções?

Dizem de tudo das raparigas. Que somos umas complicadas, que estamos sempre a refilar, que mudamos de opinião com o sabor do vento, entre outras mil coisas. Já ouvi dizer tanta coisa!
Pior do que dizerem tudo isto, é o facto de os rapazes hoje em dia (e não só os rapazes) julgarem, apontarem o dedo e criticarem as raparigas por aproveitarem a vida, por viverem a vida e não estarem apenas no mundo para serem umas submissas e não aproveitarem as oportunidades de conhecerem o melhor da vida - que é viver!
Julgam-nos, a nós raparigas, por estarmos com alguns rapazes (não namorarmos apenas). Termos alguns relacionamentos mais passageiros. Já cheguei ao cúmulo de ouvir "não há nenhuma rapariga de 25 anos que não tenha estado com menos de 20 rapazes." Acham isto normal? Pode ser um número elevado de parceiros/companheiros, mas e então e os homens? Podem ter mil parceiras que não há problema nenhum? Se for preciso namoram e nos tempos livres andam a brincar aos carroceis. Estamos aqui a falar de direitos, eu sei! Porém, eu sou da geração em que os direitos são iguais para todos. Portanto, se são iguais porque é que as mulheres têm um limite diferente? Porque é que os rapazes podem ter mil raparigas e uma rapariga não pode ter mil rapazes? Que sociedade é esta que julga as pessoas por qualquer coisa que façam.

Mas bem, desculpem! Já me estou a perder do tema principal! Os rapazes e as suas peculiaridades.
Não vos podemos conseguir entender a partir do momento que dizem que amam uma rapariga, gostam imenso de estar com ela e depois no final das contas falam com as outras raparigas (não que isso tenha mal, mas se forem conversas normais, entre amigos). Agora o estilo típico de conversas que a maioria de vocês tem é demais e penso que na cabeça das mulheres, isso é incompreensível. Depois têm essa maneira de ser toda melosa, toda querida, todos simpáticos, fofinhos e amorosos quando estão com as namoradas. Tratam-nas como princesas e quando dão por vocês já estão a pensar noutra rapariga e como seria estar com ela (como o corpo dela é bom, como é bem gostosa e "como seria ela na cama?").  A minha questão: "Se estão bem com a vossa namorada, porque tendem a procurar outras?".
Outra coisa bem engraçada e um pouco incompreensível ou apenas confuso, pelo menos para mim. Vocês gostam de mulheres maduras, com experiência, que saibam o que estão a fazer, que sejam seguras delas mesmas. E depois apontam o dedo por raparigas de 18/20 anos terem tido mais do que um parceiro? Entendam que não estamos no século passado onde apenas se trocavam intimidades depois do casamento ou que a mulher não é feita para estar em casa a fazer a lida doméstica e a cuidar dos filhos. Mulher é fogo, mulher é liberdade, mulher é uma explosão de sentimentos e mulher não é para estar em casa. (não sejam tão conservadores e amplifiquem os vossos pensamentos, "saiam da caixa").

Mulheres odeiam a vossa preguiça e a vossa faceta machista. Aprendam que gostamos que nos ajudem nas tarefas domésticas. Elas cansam-se de terem de fazer tudo e não abona a vosso favor! Cresçam e mudem esse pensamento que as mulheres nasceram para isso.

Quando dizem que estão interessados, querem mesmo estar connosco e que nós somos especiais e depois? Depois temos sempre de ser nós a dar o passo de vos mandar mensagens a dizer alguma coisa se não vocês nunca se lembram de nós. E ainda dizem que estão interessados? Quando se está interessado procura-se, quer-se estar com a pessoa, falar com a pessoa e estar próxima dela (não apenas fisicamente).

Para finalizar... "last but not least". A vossa forma bem estranha de "engatar" (se é que ainda se usa tal termo ahah) as raparigas. Acho imensa piada mesmo e juro que dá comigo em doida! Interessam-se numa rapariga, acham-na gira e não sabem como se hão de meter com elas. "O que vamos fazer?", meter gostos em fotos delas, assim em espaços intervalados, alguns seguidos e esperar que elas retribuam os likes. Se retribuírem.. ui, vamos ao ataque! Continuam naquela troca insana de likes até que se começa a tornar #boring e algum tem de dar o próximo passo. Mas o engraçado é que muitas vezes, depois deste enredo todo, vocês não são capazes de dar o próximo passo. Será que não seria bem mais fácil se metessem logo conversa? Ou essa é a vossa forma original (pouca ou nada original diga-se de passagem) de se meterem connosco?

Não vos entendo!